1 de fev de 2018

Bolsa de Estudos na Europa: Stipendium Hungaricum


ATUALIZADO em 05/02/18
Milhares de estudantes de todo o mundo se candidatam a estudos de ensino superior na Hungria a cada ano. Como falei no post Estudar na Europa com bolsa?, desde o ano passado o Brasil passou a fazer parte dos países que tem acordo bilateral com Hungria entre os ministérios de educação, portanto pode concorrer a bolsas de estudos.

25 de jan de 2018

Estudar na Europa com bolsa?

Sim, é possível! Para falar um pouco sobre uma super oportunidade de bolsa de estudos na Europa, vou dar uma pausa no meu diário sobre meus dias aqui na Hungria.
Às vezes nós achamos que é muito difícil sair do Brasil, mas não é tanto quanto parece. Existem algumas oportunidades que são muito pouco divulgadas e hoje eu estou aqui para falar de uma delas que é justamente para estudar na Hungria.

21 de jan de 2018

Hungria, dia 623 – A parada do orgulho LGBT de Budapeste

A Hungria é conhecida como um país conservador na Europa Central, apesar de não tão religioso como a Polônia, por exemplo. Por essa razão, a comunidade LGBT passa por alguns bocados para viver a vida normal que todo ser humano deveria levar independente de qualquer coisa. É contraditório pensar que em um país que as pessoas são mais individuais e focadas na própria vida, incomode tanto o fato da pessoa escolher com quem ela quer ficar.
Mas se tem uma coisa que dá orgulho na Hungria é justamente a resistência. Em 1997, quando o mundo inteiro era bem mais fechado do que é hoje, aconteceu a primeira marcha do orgulho gay em Budapeste, com poucas pessoas. Vinte anos depois, eu tive a oportunidade de participar dessa mesma marcha. 

17 de jan de 2018

Hungria, dia 450 – O maior boneco de neve do mundo (das formigas anãs)

A gente se conheceu logo quando eu cheguei na Hungria, lá pelo dia 30, ou menos que isso. Demorou um tempão para a amizade surgir, mais pela falta de oportunidade, mas o universo traz sempre o melhor. Não é de surpreender saber que foi na fila para pegar café grátis na cafeteria nova da empresa que a gente se reencontrou. Falou grátis, a gente está lá! Descobri que ele já trabalhava ali havia quase 2 anos e eu estava no meu segundo mês. A amizade de cafezinho acabou crescendo e quase todos os dias a gente ia almoçar junto e todas as festas e cuidar um do outro passou a ser parte da rotina.

O problema – ou a parte boa – é que a partir daí a gente começou também a comprar as ideias absurdas que surgiam na nossa cabeça criativa. 

13 de jan de 2018

Hungria, dia 813 – Kazinczy Living Library

Cheguei em Budapeste ontem, depois de 4 semanas inteiras no Brasil, com uma vontade imensa de viver o que realmente é a cidade.
Algumas semanas atrás eu havia visto um evento chamado Kazinczy Living Library. Kazinczy é o nome de uma rua muito conhecida no distrito 7, no bairro judeu e é onde fica o bar mais famoso da cidade, Szimpla Kert. Eu gosto desse bar porque ele está extremamente ligado à comunidade e por isso acontecem muitos eventos como o que eu fui hoje. 
Living Library é um conceito de biblioteca humana onde quem conta as histórias não são livros, mas pessoas. Kazinczy Living Library faz diversos eventos em que o objetivo é promover respeito, dialogo e desafiar os estereótipos e discriminação entre diferentes grupos sociais.