21 de mar de 2012

Europa: Espaço Schengen e requisitos para entrada


ATUALIZADO EM 26/02/2019
Precisa de Assessoria para sua viagem? Clique aqui!

Enfim a viagem está se aproximando. Continuo na minha saga pré viagem que essa semana incluiu a compra do Seguro de Viagem. Além de te proteger em caso de algum imprevisto acidental, o seguro é obrigatório para entrada nos países do espaço Schengen. E como já disse, passarei na Europa antes de ir para a Índia.



O que é Espaço Schengen?
Seguro viagem europa 200x200
É o conjunto de países Europeus que assinaram o Tratado de Schengen que torna, a efeito de migração, todos esses países um só. Ou seja, uma vez que você entrou em um país que faz parte desse tratado, não precisará fazer trâmites de imigração no próximo país, caso ele também esteja no tratado. Por exemplo: se eu entro pela Holanda e passo pela imigração, posso transitar para França sem necessidade do carimbo na entrada. É como se a Holanda, a França e todos os países do tratado fossem um só, como se você estivesse viajando de um estado para o outro dentro do Brasil. Mas se for para Inglaterra (que não faz parte do tratado), aí é preciso passar pela imigração e registrar minha saída do espaço Schengen e a entrada no outro país.
Os países incluídos no espaço Schengen são: França, Espanha, Portugal, Itália, Alemanha, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Finlândia, Áustria, Eslovênia, Eslováquia, Estônia, Malta, Grécia, Suécia, Dinamarca, Letônia, Lituânia, Polônia, República Tcheca Suíça, Noruega, Islândia e Hungria.
E o que isso significa? Significa que para entrar nesses países como turista os brasileiros não precisam de visto. O que não significa que você pode ficar ali pra sempre, trabalhar, casa e ter filhos. A estadia máxima permitida é de 90 dias, como turista, não podendo exercer nenhuma atividade sem ser essa. Para os demais tipos de atividades, é necessário um visto específico, e aí cada país tem suas regras.
Mas a vida não é tão mole assim, chegou entrou. Para poder entrar nesses países você tem que cumprir alguns requisitos básicos, que são:
  • Passaporte válido por pelo menos 6 meses (Existem várias fontes sobre o tempo para vencer, mas no geral o mais confiável é sempre ter 3 meses mais do que o tempo que se pretende ficar no espaço Schengen);
  • Seguro de Viagem no valor de pelo menos 30.000 EUROS;
  • Comprovante de que você tem dinheiro para ficar naquele país (ou nauqeles) pelo tanto de dias indicado na sua passagem (varia de 35 a 50 euros por dia aproximadamente);
  • Passagens de saída do Espaço Schengen compradas;
  • Reservas de Hospedagem para o período.

Passaporte
Para entrar no espaço Schengen é necessário um passaporte válido. Se o seu passaporte está por vencer, você deverá retirar outro junto a Polícia Federal. O agendamento é feito através do site da polícia federal. Se você pensa em viajar, tire o seu o quanto antes. O passaporte é válido por 10 anos, então caso não o use por agora, ainda assim é interessante tirá-lo. A taxa atual para retirar o passaporte é de R$257,25.

Seguro de Viagem
Para entrada nos países do Schengen, pode ser que peçam que comprove ser titular de um plano de saúde com cobertura de no mínimo 30.000 euros, valido para todo espaço Schengen, durante todo o período de estadia. Um ótima opção para comparar seu seguro de viagem e ter ótimos preços é a Real Seguro Viagem
Em todas minhas últimas viagens, utilizei o Real Seguros e recomendo pelo preço e atendimento! E se você achou essa publicação útil e quiser dar uma força para o blog A Mala e o Mundo, faça sua cotação e efetue a compra clicando neste link: Real Seguro Viagem


Dinheiro
Cada país que você vai entrar vai ter uma regra diferente com relação à dinheiro. Porém, uma vez dentro do espaço Schengen, na mesma viagem (dentro do período de 90 dias) você não precisará passar pelos mesmos procedimentos caso queira ir para algum país que também esteja dentro do tratado. Portanto, preocupe-se mais com o primeiro país do acordo que você irá entrar.
Por exemplo, meu voo é Rio x Amsterdã x Munique. Vou me preocupar com as regras de entrada da Holanda, tendo em vista que vai ser o país que eu passarei pela imigração.
Lá, exige-se (se solicitado) que você comprove que tem 35 euros/dia para se sustentar no país. Essa comprovação,  vai variar de acordo com o país de entrada. Para comprovar você pode apresentar o cartão de crédito, dinheiro em cash e cartões de dinheiro (como o Visa Travel Money - VTM).
No meu caso, da Dinamarca irei para a Inglaterra, que está fora do tratado. Então, receberei na Dinamarca o carimbo de saída do espaço Schengen, e farei a imigração novamente na Inglaterra recebendo um carimbo de entrada (leia mais no final do post sobre a entrada nesse país). 
Nesta mesma viagem, após a saída da Inglaterra, eu vou para França, então farei novamente os trâmites de entrada no espaço Schengen, recebendo um novo carimbo. Ou seja, pode ser que sejam requeridos todos os documentos novamente.

Passagens
Em geral, para embarcar toda companhia aérea pede a passagem de saída do espaço Schegen. A maioria das pessoas acha que tem que ser uma passagem de volta para o Brasil, não necessariamente. Pode ser somente uma passagem para qualquer país que não está na lista do Schengen. Mas lembre-se, o tempo de permanência no espaço Schengen é de 90 dias a cada 180 e são em dias, não em meses! Ou seja, planeje bem as datas da sua viagem para não ficar ilegal.
Um site legal para fazer busca de preço de passagem é o Skyscanner. Clicando nesse link você ajuda o blog A Mala e o Mundo a manter-se sempre atualizado!



Reservas de Hospedagem
Não é sempre que perguntam e pedem comprovação de onde você vai estar hospedado, mas caso aconteça pode ser que também te peçam a comprovação. Para isso, leve impresso (para facilitar e não ter risco do celular estar sem bateria) as reservas de hospedagem. Caso você vá ficar na casa de um conhecido, leve uma carta convite feita e assinada por ele, que o período corresponda o da sua estadia. Quando alguém me visita, eu sempre envio a copio dos meus doucmentos e o cartão de residente para não ter problema.
E também para dar uma forcinha para o blog, se quiser fazer as reservas clicando no neste link Booking.com você garante o funcionamento da Mala e o Mundo :) O Booking.com é uma das maiores plataformas de reservas do mundo e sempre tem ótimas ofertas.


Nota importante: Se você for sair e voltar do espaço Schegen na mesma viagem, lembrem-se que irão passar pela imigração novamente e o procedimento é o mesmo. Pode ser que não te perguntem nada, ou tudo outra vez, então melhor garantir.

O único país que irei visitar, que não faz parte do espaço Schengen, é o Reino Unido.
Turistas, visitando por no máximo 6 meses, farão uma entrevista na entrada do país, e pode ser que precisem apresentar documentos na imigração. Confira com detalhes clicando AQUI (Link em inglês).
Documentos necessários para entrada no Reino Unido: no geral são documentos que contenham informações sobre você, sobre suas finanças, sobre acomodação e detalhes da sua viagem e passagem de saída. Cartas convite de residentes legais também facilitam a entrada.

Para mais informações sobre visto para Índia, clique AQUI!
Para mais informações sobre Espaço Schengen, clique AQUI!

Se você tem dúvidas, deixe seu comentário para que esta publicação esteja cada vez mais atualizada e completa!

Precisa de Assessoria para sua viagem? Clique aqui!

12 comentários:

  1. Flor,estou em duvida sobre o minimo de euros que tenho que levar, pois em alguns sites inclusive o do consulado consta que preciso de 60 euros sendo que 600 euros em dinheiro vivo,outros já dizem 35 euros somente.Tenho medo de levar 35 por dia,já que vou ficar 26 dias na alemanha mas vou fazer imigração na holanda,e não me deixarem entrar. Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, entrei também pela Holanda e foi muito tranquilo. A única coisa que me pediram foi a minha passagem de volta. E perguntaram onde eu ia ficar. respondi que na casa dos meus amigos e deu tudo certo.
      Obs: minha passagem era para menos de 90 dias na Europa.
      Não pediram nenhum comprovante de que eu tinha tinheiro, mas ele podem pedir. O negócio é tranquilidade e só responder o que eles perguntarem.
      Sucesso na sua viagem! :)

      Excluir
  2. Tai..
    como vai?

    Estou estudando na Dinamarca e estou com uma dúvida. Tenho o visto de estudante por 6 meses, e após essa data quero viajar pela europa. Sbae se após o visto de estudante tenho ainda meus 3 meses de turista?
    Outra pergunta...Se eu naum tiver, gostaria de ir pra Inglaterra, pois ouvi rumores que ela não faz parte de um tratado, e que se voltar pra Dinamarca depois de ir pra la, seria como se entrasse na Europa de novo, tendo novamente 3 meses mais de turista. Confere?

    Valeww..
    Curti muito seu blog!!!

    Victor.

    Obs. Se puder responder no meu email....victorbonora@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Victor, Tudo certo e você?

      Então, como você tinha um visto que não é de turista, acredito sim que não tenha problema nenhum você ficar na europa mais três meses.
      A Inglaterra não faz parte do espaço Schengen, portando quando você sai dos países do tratado e vai pra lá, você tem a sua entrada e saída da Inglaterra carimbadas no passaporte.
      Eu nunca achei ao certo se você teria 3 meses, vai pra Inglaterra e tem mais três. O certo seria apenas 3 dentro de um determinado período. Mas acho que eles não vão encrencar com você se, é claro você não ficar muito tempo em um país só.
      Meu passaporte hoje é todo carimbado, o que traduz um passaporte de viajante, turista, apesar de ter muitas passagens pela Europa. Quando cheguei na Europa a última vez, em Barcelona, a imigração foi tranquila só pedindo minha passagem de retorno.
      Espero ter ajudado. Se precisar de mais ajuda, só falar!

      Tai

      Excluir
  3. Olá Tai, como vai?
    Em primeiro lugar: adorei seu blog!
    Então, eu estou de partida para a europa, ficarei 88 dias (meu tempo limite) de viagem pelo espaço Schengen. Entrarei por Barcelona, mas eu não sabia que as coisas estavam tão rigorosas para nós brasileiros na España. Tenho todos os requisitos: 1) passaporte válido 2) passagem de volta 3) seguro-saude 4)comprovação de renda 5)Uma carta-convite de um amigo espanhol. Meus objetivos lá são estritamente turisticos. Entarei pela Espanha mas depois sigo viagem, ela somente é meu ponto de chegada e saída para a europa. O que devo dizer na imigração? O que vc me aconselha?

    Beijos, muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigada por passar por aqui! :)
      Eu fui à Barcelona (AMEI!), partindo do Egito e não tive grandes problemas.
      Ele me pediu um comprovante da reserva do hostel. Quando ia pegar ele desistiu e me pediu apenas a passagem de volta.
      Ou seja, como você tem tudo, não vai encontrar problemas.
      Dica: responda apenas o que ele perguntar. Se ele te pedir pra mostrar a carta convite, você mostra. Se não pedir nada relacionado, nem tire da bolsa.
      Se você fala espanhol, vai ficar mais fácil também.

      No mais, sucesso e boa viagem! Qualquer dúvida que eu puder ajudar, só entrar em contato.
      Beijos!

      Excluir
  4. Muito Obrigado! Espero poder ajudar em suas viagens, e parabéns pelo blog.

    Eu fico com medo deles encrecarem por meus 88 dias.
    Eu ainda tenho uma dúvida Tai: eles podem pedir o reservas de hostel e de passagens de toda minha viagem? Ou só da Espanha?

    Obrigado, Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que vai ser bem tranquilo pra você. Acho que eles não vão te pedir reservas de todos hoteis. Você pode alegar que vai viajar dentro do espaço Schengen, que vai visitar amigos em outros países. Mas não creio que vão encrencar. Está dentro dos 90 dias, tá tudo certo! :)

      Excluir
  5. Muito Obrigado Tai!Sucesso em suas viagens também!

    ResponderExcluir
  6. Ah, depois de Paris quero ir à Londres e depois Belgica e sigo... é possível sair do espaço Schengen e depois voltar?

    Obrigado, mais uma vez!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!
      Em Londres você vai passar por outra imigração para entrar e para sair. Depois você vai passar pela imigração do Espaço Schengen de novo na Belgica.
      Eu tenho a filosofia que um passaporte que já tem diversos carimbos, com datas próximas representa um passaporte de viajante e não de alguémq ue está morando ilegalmente em algum lugar. Ou seja, não esquente com esse monte de "imigração" que eu falei aí. Vai dar tudo certo! :)

      Excluir
  7. Oi Tai! Tudo bem?
    Adorei o seu post, foi bem esclarecedor. Eu irei para Estocolmo com conexão em Munique. Pelo que entendi, só passarei pela imigração em Munique, certo? Mas quando eu voltar, a imigração será em Estocolmo? Estou preocupada pois na volta só terei 1h20 de espera entre o vôo de Estocolmo para Munique e de Munique para São Paulo. Será que esse tempo é suficiente?

    Beijos!

    ResponderExcluir

Tem algo bom para compartilhar? Manda ver! ;)