20 de ago de 2013

[Eat Falafel] Temple of Obaidah: Pega uma tâmara aí, Ilidio!

[English version below]

Saímos do Oráculo, mais uma vez de bicicleta, com destino a Banheira da Cleopatra, com passagem pelas ruínas do Templo de Obaidah.
Siuá é conhecido como um oásis que produz deliciosas tâmaras. O melhor disso tudo foi poder passar em diversas ruas de barro com infinitas tamareiras. Fresquinhas, pegamos no pé. Ilídio não tinha talento pra coisa, mirando a pedra nas tâmaras e elas caindo sempre do outro lado! Ainda bem que a Jessica estava lá para salvar a pátria com sua mira infalível!
Muitas tâmaras na bolsa e na barriga depois, seguimos de acordo com o mapinha e chegamos nas ruinas do Templo de Obaidah. Não tem muita coisa para ver pois só restou uma parede em pé e várias pedras espalhadas. Conta-se que esse templo era conectado ao de Amon.
Enquanto tirávamos foto, um grupo de homens tentava empurrar uma carga do meio da estrada. Isso é Egito!

Aconteceu em 01/2013

[English version]

Temple of Obaidah: Ilidio, catch the dates!

After left the Oracle, once more by bicycle, with Cleopatra spring as destination, we crossed the ruins of The Temple of Obaidah.
Siwa is known as an oasis where amazing dates are produced. The best of all this, is to pass on the roads with a lot of palms where you can catch fresh ones. Ilidio is not to talented to do it, not so good aim! But Jessica was there to save us!
With dates in the bag and in the stomach, we left to the ruins of The Temple of Obaidah. There is not much to see because there is only one wall and a lot of rocks. People say this temple used to be connected to the Amon one.

While we were taking pictures, a lot of men were trying to move some load on the way. This is Egypt!

Happened in 01/2013